Iamspe

Iamspe

Articles

No Dia do Fonoaudiólogo, Iamspe presta homenagem a profissionais

Setor está presente no Hospital do Servidor Estadual desde 1961

 
No Dia do Fonoaudiólogo, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) presta uma homenagem aos profissionais da área.

A atuação da Fonoaudiologia no Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) está presente desde a sua criação, em 1961, ligada ao Serviço de Otorrinolaringologia. 

Face à característica da população usuária, desenvolveu atendimentos pioneiros como o de fonoterapia vocal em grupo para professores na década de 80 devido a problemas como rouquidão, queixa comum desse grupo de profissionais do Estado. 
 
Nos últimos 10 anos, um novo desafio surgiu em termos de assistência na área. Cresceu o número de pacientes internados que necessitam de avaliação e acompanhamento fonoaudiológico da disfagia - alteração da deglutição -, que pode acontecer em quadros neurológicos, decorrentes de um acidente vascular cerebral ou após cirurgias. 

São 88 novas interconsultas mensais, à beira do leito, além do seguimento dos demais pacientes internados avaliados diariamente. 
 
A reabilitação fonoaudiológica da deglutição diminui as complicações do uso da sonda nasoenteral e ainda garante uma alimentação oral mais segura, já que é comum a ocorrência de pneumonia nesses pacientes por aspiração de alimento. 

As técnicas usadas pela fonoaudiologia para reabilitação da deglutição proporcionam menor tempo de internação hospitalar e melhor qualidade de vida. 
 
Atualmente, o ambulatório conta com 22 fonoaudiólogas que trabalham na prevenção, habilitação e reabilitação das alterações de fala, linguagem, voz, deglutição, além da realização diária de exames da audição e do equilíbrio. São feitos aproximadamente 1,4 mil exames ao mês, entre avaliações auditivas e do equilíbrio em adultos e crianças. 
 
Também são realizados mais de 800 atendimentos ao mês, nas especialidades de disfagia, linguagem, voz, reabilitação labiríntica, reabilitação pós-operatória e treinamento auditivo.
 
Serviço
 
Em 1961, eram apenas duas fonoaudiólogas que realizavam exames auditivos; ao final da década, passaram a ser quatro com a introdução dos atendimentos de fonoterapia da fala e voz.
 
Nos anos 70 já havia no quadro 14 fonoaudiólogas devido ao aumento considerável por terapia vocal para professores com problemas de rouquidão.

O setor implantou o sistema de atendimento em grupo para estes pacientes, considerado pioneiro para a época. Nesse ritmo, a Fonoaudiologia expandiu suas especialidades na área de audiologia (exames auditivos) e de fonoterapia da fala, linguagem e voz.

Outro pioneirismo foi o "Teste da Orelhinha”, realizado em recém-nascidos no HSPE muito antes de se tornar obrigatório por lei nas maternidades em 2010. 

O exame, chamado Emissões Otoacústicas Evocadas,
avalia a audição do bebê e evita futuros problemas de fala, que possam prejudicar o desenvolvimento da criança por deficiência auditiva, não detectada no início da vida.

Iamspe

O Iamspe, autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Gestão Pública, tem hoje uma das maiores redes de atendimento em saúde para funcionários públicos do país.

Além do Hospital do Servidor Público Estadual, na capital paulista, possui 17 postos de atendimento próprios no interior, os Centros de Assistência Médico-Ambulatorial (Ceamas), e disponibiliza assistência em mais de 100 hospitais e 140 laboratórios de análises clínicas e de imagem credenciados pela instituição, beneficiando 1,3 milhão de pessoas em todo o Estado.

Você está aqui: Home