Janeiro Branco

Especialista do Iamspe explica a importância do Janeiro Branco para saúde mental

O objetivo do Janeiro Branco é sensibilizar as pessoas quanto à importância do cuidado com a saúde mental. Esse cuidado é feito pela observação e implicação dos próprios sentimentos, emoções e comportamentos frente às solicitações do cotidiano, explica a diretora da Psicologia do Iamspe, Profª. Dra. Katia da Silva Wanderley.

Ela alerta que atitudes descontroladas, irritabilidade, impaciência, oscilação no humor, alterações no sono e no apetite são alguns dos sinais indicativos de que a saúde mental está abalada. As informações chegam ao emocional pelos cinco órgãos dos sentidos e a reação a esses variados estímulos é individual e se relaciona à realidade psíquica.

A psicóloga diz que a realidade psíquica é o jeito de cada um ser no mundo, o modo como cada um se comporta diante das experiências de vida, diante dos fatos que acontecem no meio ambiente.

“Pessoas que ao longo da vida sofreram restrição de qualquer espécie: financeira, social e afetiva; que foram submetidas à violência física, moral e/ou sexual tendem reagir com maior sofrimento e carga emocional às situações, como tragédias, doenças e pandemia, acarretando em comprometimento do equilíbrio mental”, afirma a diretora.

A especialista acrescenta que a psicoterapia é o tratamento para o emocional. A expressão, no espaço terapêutico dos sentimentos referentes àquilo que vivenciou, propicia o resignificado daquilo que no passado foi traumatizante.

O Janeiro Branco é uma campanha brasileira iniciada em 2014 que busca chamar a atenção para o tema da saúde mental na vida das pessoas. Janeiro foi escolhido porque é o mês que as pessoas estão mais focadas em resoluções e metas para o ano. A campanha foi criada por psicólogos de Uberlândia, Minas Gerais, e busca incentivar as pessoas a mudarem suas vidas e buscar modo de ser feliz.