Jardins

Jardins do Iamspe ganham vida com flores no inverno  

A Primavera nem chegou, mas os jardins do Iamspe parecem ter ganho vida nova nas últimas semanas. A mudança no cenário – que inclui o espaço próximo à Gruta de Nossa Senhora Aparecida, as orquídeas do prédio da administração e a pequenina horta recém-plantada do lado da Nutrição – vem arrancando elogios de quem passa. 

“Aquilo ali é capim santo. Parece que foi plantado com gosto, mas todo mundo vai querer levar para casa”, comenta uma usuária sobre as mudas que crescem do lado do laboratório do HSPE. “Esse jardim aqui da gruta lembra o que a minha mãe tinha em casa”, completa um senhor que foi ao lugar rezar. 

No Iamspe, a natureza vem recebendo uma ajuda para lá de importante dos jardineiros Nivaldo Alves da Silva e Roberto Vanderley Gonçalves. São eles que se revezam, de segunda a sexta, para garantir que os mais de 20 novos tipos de plantas recém-plantadas no complexo hospitalar vinguem e se tornem parte permanente da paisagem.

Seja apontando a bonita orquídea chuva de ouro ou planta ornamental toda verdinha ou mesmo explicando sobre a necessidade de tratar a terra, Nivaldo mostra orgulho do que faz. Roberto não fica atrás ao enumerar as mudas de manjericão, cebolinha, hortelã, dentre outras, que despontam ainda tímidas na pequena horta. “Daqui a algum tempo, podem voltar aqui para ver como estarão bonitas”, afirma com a convicção de quem cuidará do lugar.

Tímidos, os dois jardineiros que cuidam tanto do jardim do Prédio da Administração como do gramado e das árvores do Centro Integralidade, se empolgam ao contar sobre o tipo de solo, a necessidade de aguar dia sim, dia não, e até sobre as árvores. “Nem todo mundo sabe que aqui tem abacate, goiaba, romã, ameixa, caqui e amora, mas tem de cuidar”, ensinam.